Nutrição
Dieta Mediterrânica

 

A alimentação mediterrânica, praticada durante centenas de anos pelas populações do Sul da Europa, resulta de uma saudável e equilibrada combinação de ingredientes, caracterizando-se pelo baixo consumo de alimentos ricos em gordura saturada e de grande valor calórico e pelo elevado consumo de alimentos ricos em vitaminas, minerais, fibras, hidratos de carbono complexos e antioxidantes. Esta combinação resulta numa melhoria substancial da saúde do coração.

Rica em cereais, fruta, legumes e batatas, a alimentação mediterrânica inclui também o azeite, seja para temperar em cru, nas sopas ou em outras formas de cozinhar. Uma excelente fonte de gordura monoinsaturada e antioxidantes como a Vitamina E, que ajudam na prevenção dos problemas cardíacos.

A dieta mediterrânica proporciona uma vida mais saudável e equilibrada, regulando o funcionamento do organismo e prevenindo não só doenças cardiovasculares como diabetes, obesidade e alguns tipos de cancro. Para além disso, dado o seu elevado teor de fibra, ajuda a mantê-lo saciado durante maiores períodos de tempo.

Apesar de todas as vantagens obtidas através de uma alimentação mediterrânica, poucas são as pessoas que a praticam, fruto do ritmo de vida que levam.

Lembre-se que a prática de hábitos saudáveis - como uma alimentação racional e exercício físico regular - deverá ser uma constante e deverá envolver toda a família.